O Anticlinal dos Mármores

O ANTICLINAL DOS MÁRMORES

UM POUCO DE GEOLOGIA

O Anticlinal dos Mármores, ou em termos geológicos, o Anticlinal de Estremoz, é o território de extracção de mármores de Portugal por excelência e um dos principais centros mundiais de extracção de mármores, contundido-se como um importante recurso para a comunidade local.

É um dos principais centros mundiais de extracção de mármores e o mais importante recurso para a comunidade local.

Está localizado na região do Alentejo, no sul de Portugal, distando cerca de 190 quilómetros de Lisboa.

O Anticlinal dos Mármores é composto por uma fracção de uma estrutura geológica, entre a zona de Ossa-Morena e a zona Centro-Ibérica.

O espaço territorial do Anticlinal ronda os 30 km de extensão por 10 km de largura.

Estende-se maioritariamente pelo distrito de Évora, ocupando ainda uma parcela do distrito de Portalegre.

Abrange os concelhos de Borba, Estremoz e Vila Viçosa e, nas suas franjas, os concelhos de Alandroal e Sousel.

Por este território se estende uma importante reserva de mármores cristalinos e translúcidos.

A formação deste importante recurso natural aconteceu há cerca de 500 a 700 milhões de anos.

O mármore desta região tem vindo a ser explorado ao longo dos últimos dois milénios, constituindo-se como um importante polo industrial de lavra de pedreiras de mármore.

A paisagem do Anticlinal dos Mármores assume-se como o principal motivo visível da importância milenar desta rocha ornamental.

A cenografia conjuga no mesmo espaço geográfico elementos urbanos, agrícolas e de exploração e transformação de rochas ornamentais.

À importância industrial e económica o Anticlinal dos Mármore junta, assim, a particularidade de uma paisagem única e irrepetível.

Rota do Mármore AE …

… uma forma diferente de conhecer o melhor do Alentejo!

rota-do-marmore-ae-uma-forma-diferente-de-conhecer-o-melhor-do-alentejo-destaque-4